segunda-feira, 28 de março de 2011

ADVOGADO FICARÁ 14 ANOS PRESO POR MORTE DE ESCRIVÃO

O Tribunal do Júri da Comarca de Ubiratã (96 km ao sul de Campo Mourão) condenou, neste final de semana, o advogado João Batista Valim a pena de 14 anos de reclusão, por homicídio duplamente qualificado.

O Conselho de Julgamento acolheu a pretensão do Ministério Público e entendeu que Valim foi o mandante do homicídio de João Lazarino de Oliveira, executado em 26 de outubro de 1995, por Mauro dos Santos Oliveira (já julgado e condenado no ano de 1997) e Pedro da Silva (foragido).
Na época do crime, a vítima era escrivão do Cartório Cível da Comarca de Ubiratã.

Fonte: Bonde

Nenhum comentário: