sexta-feira, 8 de abril de 2011

TRAGÉDIA DO RIO DE JANEIRO

Homenagem na porta da escola
Flores, velas e cruzes em frente à escola atacada em Realengo, na Zona Oeste do Rio (Foto: Reprodução/TV Globo)

A noite após o ataque da Escola Municipal Tasso da Silveira, em Realengo, na Zona Oeste do Rio, foi de tristeza e homenagens em frente à unidade onde crianças foram vítimas do atirador Wellington Menezes de Oliveira, de 23 anos. Na manhã desta sexta-feira (8), do lado de fora, no muro da unidade havia flores, velas e cruzes, além de papéis com os nomes dos mortos no massacre.
A previsão é que assistentes sociais e psicólogos façam plantão próximo a escola para dar auxílio a alunos, funcionários e suas famílias. O colégio passou a noite lacrado, com a presença de policiais militares. As aulas estão suspensas.

Nenhum comentário: