terça-feira, 2 de julho de 2013

MORADORES DE DOURADINA CONTABILIZAM PREJUÍZOS

A água do Rio Ivaí começou a baixar em Douradina, no noroeste do Paraná, e os moradores estão voltando aos poucos para as poucas casas que sobraram.
De acordo com a prefeitura, o prejuízo na zona rural chega a R$ 10 milhões. A cidade é uma das 103 que, segundo a Defesa Civil, foram atingidas pelas chuvas dos últimos 15 dias no Paraná.
O cenário na maior parte das fazendas da cidade é de destruição. O mal cheiro causado pelas carcaças de animais que morreram afogados é quase insuportável. No lugar do que antes era pasto, só sobrou lama.
Funcionários de uma das fazendas atingidas contam que conseguiram sobreviver porque se abrigaram no ponto mais alto de um barracão, usado para guardar equipamentos agrícolas. “A água subiu 1,5 metro aqui no barracão e tivemos que ficar no ponto mais alto para podermos dormir. É assustador”, conta o agricultor Francisco Modesti.
De acordo com a Defesa Civil, as chuvas dos últimos 15 dias deixaram 59 cidades em situação de emergência e afetaram 114.786 pessoas. O boletim foi divulgado no fim da tarde desta terça-feira (2).
Alguns cavalos não conseguiram fugir a tempo e moradores tentam resgatá-los do meio do rio Ainda de acordo com o levantamento, a cidade mais atingida foi Prudentópolis, na região central do estado. Ao todo, são 18.032 pessoas afetadas. Em segundo lugar, aparece São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba, com 14 mil pessoas atingidas. O número também é alto em Irati, onde a chuva constante causou transtornos para 13.067 pessoas.





Fonte: G1 PR
Fotos: Portal Douradina

Nenhum comentário: