quarta-feira, 13 de agosto de 2014

ACIDENTE AÉREO TIRA VIDA DO CANDIDATO A PRESIDÊNCIA EDUARDO CAMPOS

Eduardo Campos em entrevista ao G1, que foi transmitida ao vivo na segunda-feira (11) (Foto: Caio Kenji/G1)Um acidente nesta manhã de quarta-feira (13-08) em Santos, tirou a vida do candidato a presidência da República pelo PSB, Eduardo Campos. Junto do político morreram mais seis pessoas que viajavam na aeronave, dois pilotos e quatro integrantes da equipe de campanha.

O avião caiu no bairro do Boqueirão na cidade de Santos, sobre várias casas e uma academia, testemunhas disseram que teria visto fogo - Parecia uma bola de fogo caindo do céu. Na hora, nem pensei que fosse um avião, achei até que fosse um meteorito. Foi um barulho muito forte e um clarão tão grande que não se conseguia ver mais nada. Quando percebi, o quintal já estava pegando fogo - disse a aposentada Miriam Rodrigues Martinez, de 61 anos, que teve a casa interditada pela Defesa Civil em Santos. O avião chegou a desviar de um prédio próximo ao local da queda.O jato modelo CESSNA 560XL - prefixo PR-AFA era um aparelho considerado de última geração e um dos mais seguros do mundo e que mesmo com apenas uma turbina funcionando era quase impossível o avião cair. Chovia muito no momento da queda, o que pode ser um dos fatores da causa do incidente. No início da noite a caixa preta foi encontrada pelos peritos entre os destroços e os escombros das casas atingidas. No último domingo (10-08) Eduardo Campos completou 49 anos.

Todos os outros candidatos a presidência cancelaram os compromissos desta semana. O partido do PSB tem 10 dias para o lançamento de uma nova candidatura.

Clique aqui e veja a lista dos sete mortos na tragédia em Santos.

Nenhum comentário: