quarta-feira, 9 de setembro de 2015

CHUVA NO PARANÁ ATINGE MAIS DE 112 MIL PESSOAS, AFIRMA DEFESA CIVIL

Estudante Gabriel Antonio Pedroso fotografou as pedras que caíram em Santa Tereza do Oeste' (Foto: Gabriel Antonio Pedroso/ Arquivo Pessoal) A chuva de granizo e os vendavais registrado no Paraná entre segunda (7) e terça-feira (8) atingiram 112.425 pessoas, de acordo com o boletim da Defesa Civil Estadual divulgado às 18h desta quarta-feira (9).
O temporal causou estragos em 39 municípios e deixou 27 pessoas feridas. Foz do Iguaçu, na região oeste, foi a cidade mais prejudicada, com 60 mil moradores atingidos.
O governador Beto Richa esteve em Foz do Iguaçu nesta quarta. Ele fez um sobrevoo sobre a região do Porto Meira, que teve 95% das casas destelhadas, e visitou algumas famílias, porém ainda não especificou valores que poderão ser repassados ao município para ajudar os moradores.
A cidade decretou situação de emergência, mas ainda está fazendo o levantamento do número de casas inundadas, famílias desalojadas e desabrigadas, e dos danos estruturais causados. Após a conclusão desses dados, o município deve receber recurso para reconstrução.
Ainda conform o boletim da Defesa Civil desta quarta-feira, 25.134 casas foram danificadas em todo o Paraná, e 3.309 pessoas continuam em casas de familiares ou amigos. Outras 62 estão em abrigos públicos. Em várias cidades há pontos de arrecadação de doações para os atingidos. Saiba como ajudar.
Outras cidades
A região sudoeste do Paraná também teve bastantes prejuízos. Casas foram destelhadas, barracões destruídos e redes de energia elétrica caíram com a força do vento. Em Planalto, os ventos chegaram a 113 km/h, segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet).
De acordo com Companhia Paranaense de Energia (Copel), na área rural de Planalto continuam os trabalhos de reconstrução de uma rede elétrica que teve 16 postes derrubados durante o temporal.
Ainda são 286 propriedades no município sem energia nesta quarta. A previsão da companhia é que o serviço só seja restabelecido na quinta-feira (10).
Em Nova Esperança, no noroeste, a chuva atingiu 20.314 pessoas, segundo a Defesa Civil. Já em Goioxim, na região central, Cidade Gaúcha, no noroeste, e Ponta Grossa, na região dos Campos Gerais, passam de 2 mil o número de atingidos pelo temporal.
Previsão do tempo
Nesta quarta-feira (9) o tempo ficou seco no Paraná. Mas o Sistema Meteorológico do Paraná (Simepar) alerta para a possibilidade de novos temporias na quinta-feira, pois áreas de instabilidade se intensificam entre o Paraguai e Argentina e uma frente fria avança pela região sul do país.
Devem ocorrer chuvas fortes, com raios e rajadas de vento e queda de granizo no oeste, noroeste e norte do Paraná. Durante a tarde, os temporais podem atingir outras regiões do estado.

Municípios atingidos
Ampére
Bela Vista da Caroba
Bituruna
Campina Grande do Sul
Capanema
Cidade Gaúcha
Flor da Serra do Sul
Foz do Iguaçu
Goioxim
Guaíra
Guaporema
Indianópolis
Mallet
Mandirituba
Manfrinópolis
Manoel Ribas
Maria Helena
Maringá
Marmeleiro
Matelândia
Nova Esperança
Nova Olímpia
Palmeira
Paraíso do Norte
Pato Branco
Planalto
Ponta Grossa
Reserva
Rondon
Salgado Filho
Santa Helena
Santa Tereza do Oeste
Santo Antônio do Sudoeste
São Jorge do Oeste
São Manoel do Paraná
Tapira
Tibagi
Umuarama
União da Vitória

Fonte:G1 Paraná

Nenhum comentário: